Home » Agricultura, Cidadania, Política

Irrigação e agronegócio deixam sem água famílias que mais precisam

22 outubro 2012 952 views 0 Comentários

Como se já não bastasse o grande período de estiagem que assola a região, o uso indiscriminado da água do rio Gorutuba estaria deixando centenas de famílias sem água, principalmente pelo aumento significativo e abusivo do plantio de bananais. Percorrendo o rio se tem a noção da gravidade.

Leito do Rio em Jacaré Grande

Irrigação, barragens, bombas d’água são algumas das formas de uso indiscriminado que estão comprometendo a saúde do rio. A contradição se dá pela presença da Barragem do Bico da Pedra que foi construída com um dos objetivos principais para perenizar o rio, mas numa época como essa de grande necessidade, esse investimento público tem servido para beneficiar empresários que desfrutam com abundancia do bem natural.

Um único empresário chega a ter seis bombas puxando água do rio para molhar os mais de 100 hectares de banana. Localizado às margens do rio Gorutuba, no município de Porteirinha, as famílias do assentamento União só encontram água para beber graças a carros pipas do município de Pai Pedro, pois o município de  Porteirinha não disponibiliza.

Leito do rio no assentamento União

As lideranças do assentamento já recorreram a diversos órgãos como Ministério Público, CODEMA e Prefeitura, mas não conseguiram resolver a situação.

Essa contradição já está causando revolta também nas redes sociais. Diversas fotos do rio em situação de calamidade estão sendo postadas pelos internautas para denunciar o descaso com o meio ambiente e com as famílias agricultoras que mais precisam.

 Com colaboração de Hélen Borborema
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Use Facebook para comentar esta notícia



Deixe um comentario

Coloque o seu comentário abaixo, ou link de volta a partir do seu site. Pode também subscrever estes comentários via RSS.

ANTES DE ESCREVER SEU COMENTÁRIO, LEMBRE-SE: o site PorteirinhaNoticias.com.br nao publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não tenham relação com o conteúdo da notícia. Seja cordial. De sua opinião com responsabilidade!

Pode usar estas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este site usa Gravatares. Para obter o seu proprio avatar-globalmente-reconhecido, por favor registe-se em Gravatar.